domingo, 27 de fevereiro de 2011

O QUE ACONTECEU COM A IGREJA?

Hoje após fazer uma leitura das matérias publicadas num blog que acompanho o GENIZAH, fiquei imaginando como o escritor “Franklin Rosa”,
acertou em tudo o que falou. Ele publicou duas mensagens com o título “SETE DICAS PARA MANIPULAR UMA IGREJA” e “OS DEZ SINTOMAS DO LOBISMO ECLESIÁSTICO”.

Comecei a refletir sobre as mensagens publicadas e pensar que tudo aquilo que ele falou aconteceu comigo.

O meu problema foi que quando entrei para a igreja comecei a aprofundar muito pois em tudo que faço tenho o costume de ir em busca da verdade, como aconteceu na igreja católica onde fui coroinha, no espiritismo onde aplicava passes e participava de reuniões mediúnicas e pregava a palavra de Jesus, entrei para uma igreja evangélica a fim de aprender mais de Deus. No início foi muito bom, como eles dizem o primeiro amor, mas daí a pouco comecei a ter as primeiras decepções. Fui para a escola dominical, participava de um grupo de batalha espiritual onde me identifico muito, pois sou oriundo do espiritismo e depois fui fazer um curso de liderança.

No curso tive alguns dissabores de ver alguns professores em total desconhecimento do que estavam passando para nós alunos. Alguns inclusive chegaram a sair por causa disto.

Tudo ia muito bem até que procurei um pastor para conversar e para minha surpresa notei que ele estava dando mais valor a um empresário do que eu, pois por duas vezes que o procurei ele disse que iria conversar comigo mais tarde e para minha surpresa ao sair da presença dele, um empresário o procurou e ele prontamente o recebeu para uma conversa. Participava de um culto que aos poucos virou culto dos empresários e perdeu totalmente a sua característica para o qual foi criado.

Comecei a pular de culto em culto em busca de conhecimento da palavra, mas nada me satisfazia. No culto de libertação fiquei boquiaberto ao ver pessoas endemoniadas serem levadas para o altar do Senhor para uma entrevista de demônios com o pastor, finalidade única e exclusiva de mostrar o pastor que ele tinha poder sobre aquela força demoníaca. O que sei que altar é lugar de Jesus e não de levar demônios. No outro culto a mesma pessoa novamente caída ao chão possessa por forças espirituais, isto mostrando que não havia um acompanhamento da pessoa, voltando naquela passagem de Jesus em Mateus:

E, quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra.
Então diz: Voltarei para a minha casa, de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada.
Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má.  Mateus 12:43 a 45
       Fui para um culto mais suave, mas o pastor sempre só tinha para pregar algumas passagens suas por outra igreja que havia passado nos Estados Unidos, e a palavra mesmo nada. Ele apenas trazia fatos seus, da sua vida pessoal e de pessoas das igrejas por onde passou, para passar aos freqüentadores dos cultos.

Fiz várias campanhas em um culto, mas aos poucos comecei a ver que a campanha da prosperidade financeira é coisa de homem e não de Deus, pois a prosperidade que Deus deixou para nós em sua palavra é prosperidade espiritual e não financeira. Quando temos prosperidade espiritual, o Pai nos acrescenta as coisas materiais que estamos aptos a ter. Por esse motivo afastei desses cultos, pois estava virando coisas de promessas de quando passei pela igreja católica, ou de trocas ou barganhas com Deus e eu não quero um Deus de barganha, mas um Deus que me ajude a crescer espiritualmente e a ter coisas materiais, desde que eu mereça.

Nos cultos dominicais, por várias vezes fiquei nervoso onde o pastor presidente se limitava apenas a trazer fatos relacionados à sua vida pessoal e alguns gracejos que por várias vezes foi criticado, inclusive de pessoas falando que ele mais parecia um palhaço num palco do que no altar, inclusive de crianças que disseram que sonharam com ele no altar com nariz de palhaço. Muitas vezes usando fatos relacionados aos aconselhamentos para ilustrar suas pregações.

Por fim queria fazer um curso de batalha espiritual em outra igreja da mesma denominação, mas quando fui pedir uma carta de apresentação, me foi negada, pois para eu ter essa carta tinha que pedir a um pastor da igreja, o que achei muito chato, pois até então contribuía com meu dízimo e achei um absurdo, pois o curso era para meu crescimento espiritual e não iria ter custos nenhum para a igreja e nem depunha em nada contra a igreja, e eu sendo um homem já maduro de 55 anos tinha que procurar um pastor para ele me autorizar a fazer o curso.

Pedi para sair da igreja e recebi como ameaça, para tomar cuidado para eu não perder a benção do pastor, fiquei ainda mais triste e me afastei definitivamente da igreja. Venho lendo minha bíblia, fazendo meu culto no lar, do qual não abro mão, pois sempre fiz, desde o espiritismo, todas as segundas-feiras e procurando em minhas orações Deus, onde Ele possa me mostrar como devo fazer para estar sempre debaixo da sua cobertura espiritual.

Passei a freqüentar uma igreja no meu bairro com a mesma denominação, mas num culto de terças-feiras, o pastor, já quase no final, chamou as pessoas à frente para uma oração, mas várias pessoas não foram inclusive eu e minha esposa, momento em que o pastor simplesmente disse que quem não foi a frente já estava dispensado, poderíamos ir embora, ou seja, ele simplesmente nos mandou embora da igreja. Sai de boca aberta com aquela situação, mas fazer o que se o pastor presidente da igreja fez aquilo o que mais poderia acontecer?

Já tive vontade de voltar para o espiritismo, mas ainda não o fiz e não sei por que. Sei qual é o caminho que me levará até Deus, não é igreja nenhuma nem homem e nem religião,  mas a minha transformação espiritual, o meu desprendimento de todas as coisas que ainda me prendem aqui na terra e sublimação espiritual.

Hoje reconheço que religião é coisa de homens e muitas vezes de homens que só pensam em seu benefício próprio e tentam enganar as pessoas de todas as maneiras. Quando assisti ao filme o LIVRO DE ELI, entendi mais ainda como aquele que tem a palavra de Deus na mão tem o poder dominativo de manipular pessoas através da palavra de Deus inclusive com ameaças. Muitas vezes coloca o demônio e o inferno a frente para ameaçar aqueles que estão em busca do seu verdadeiro caminho busca na palavra de Deus frases que muitas vezes tem o tom ameaçador e as usam contra os cristãos.

                        Se você gosta de uma boa reportagem sobre o meio evangélico, visite sempre o blog, “WWW.genizahvirtual.com/, ali você encontrará boas reportagens de enriquecimento que lhe ajudarão a despertar o seu lado espiritual. Está na hora de acordar e ver como muitas vezes somos manipulados por pessoas que se dizem pregadores da palavra de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MOMENTOS DE ANGUSTIA

Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. E, lev...