quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

OS SETE SELOS DE DEUS

Hoje vamos estudar um pouco sobre os selos de Deus que está no capítulo 7 do livro do Apocalipse. Quando João recebeu essa profecia ainda estava exilado na ilha de Pátmos pelos romanos. Acabei de fazer um estudo sobre esse tema através da revista de estudos Bíblia Fácil da TV Novo Tempo o que foi de grande valia para meu aprendizado e entendimento da Palavra de Deus e aconselho a todos que quiserem aprender mais sobre o livro das Profecias a fazer este estudo.

E depois destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. Apocalipse – Capítulo 7 verso 1
           
Entendi que os sete selos de Deus cada um tem uma profecia e o que é mais importante que este selo está implantado em nossa fronte pelo Espírito Santo e que estes selos representam o entendimento e a obediência dos mandamentos de Deus e quem os guarda realmente tem o selo de Deus em si. Entendi também que devemos obediência a todos os mandamentos, os 10, pois se obedecermos nove e não guardar um nos tornamos culpados de todos e isto está no livro de Tiago.

Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.
Tiago - Capítulo 2 verso 10

Entendi ainda que os selos de Deus é aplicado como forma de proteger os filhos de Deus dos juízos que sobrevirão aos ímpios por ocasião das sete pragas, que estão relacionadas em Apocalipse, capítulo 7, verso 3; capítulo 9 verso 4 e capítulo 16 verso 2 e que também são aplicados aos 144 mil para dizer que eles pertencem ao Senhor.

Muito se tem falado sobre o quarto mandamento de Deus que é santificar o dia de sábado e muitas vezes até serve de crítica aos adventistas por cumprirem fielmente e muito bem este mandamento e que a meu ver não pode ser mudado, pois quem muda a Palavra de Deus está condenado como está em Apocalipse capítulo 22 versos de 18 a 20, mas temos que observar muito corretamente o capítulo 20 do livro de Êxodo onde Deus instituiu seus 10 mandamentos. Minha intenção não é de criticar segmento religioso nenhum, mas demonstrar claramente como as coisas acontecem com a deturpação da Palavra de Deus que muitas vezes são mudadas por vaidade ou por achar que estão acima da lei de Deus. Assim aconteceu com lúcifer que queria ser maior no plano espiritual e caiu pela sua cobiça, era um querubim ungido de Deus de grande formosura, mas se tornou o mal do mundo.

Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. Ezequiel – Capítulo 28 verso 14

Muitos caem nos mandamentos que transcrevo a seguir, pois deixam de observar claramente estes mandamentos de suma importância para o cristão, pois realmente devemos adorar apenas a Deus e nos curvamos apenas para Ele. Muitos acham que não tem nada a ver, mas Martinho Lutero lutou muito contra a desobediência desses mandamentos inclusive escreveu suas 95 teses a respeito, pois quando deixamos de observar os mandamentos de Deus estamos em pecado e a corrupção do mundo é o pecado instituído no coração do homem.

Então falou Deus todas estas palavras, dizendo:
Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
Não terás outros deuses diante de mim.
Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
Êxodo – Capítulo 20 versos de 1 a 5

Para entendermos a mudança da guarda do sábado para o domingo estou transcrevendo o trecho a seguir, de como as coisas aconteceram ao longo da história e por este motivo devemos refletir muito sobre este mandamento que é o quarto, guardar e santificar o dia de sábado.

Karl Keating um dos mais famosos autores Católicos escreveu sobre fundamentalismo e Protestantismo no livro -------- CATOLICISMO e FUNDAMENTALISMO, 1988, página 38; Veja abaixo:
...os fundamentalistas se reúnem para adorar no Domingo. No entanto ainda não existe evidências na Bíblia que a adoração conjunta deveria ser aos Domingos. O Sábado judeu, dia de descanso, era, naturalmente no Sábado. Foi a Igreja Católica que decidiu que o Domingo deveria ser o dia de adoração para os cristãos, em honra da ressurreição.

Documento católico chamado “CANONE E TRADIÇÃO, pág. 263” relata o seguinte:
“A autoridade da Igreja não poderia estar presa à autoridade das Escrituras, porque a Igreja havia mudado o Sábado para o Domingo, não por comando de Cristo, mas por sua própria autoridade”.

Carta do Papa “Dies Domini” de 31 de maio de 1998:
"27... De facto, uma perspicaz intuição pastoral sugeriu à Igreja de cristianizar, aplicando-a ao domingo, a conotação de dia do sol, expressão esta com que os romanos denominavam este dia e que ainda aparece em algumas línguas contemporâneas, (29) subtraindo os fiéis às seduções de cultos que divinizavam o sol e orientando a celebração deste dia para Cristo...".

Para concluir vemos que quando o sétimo selo foi aberto houve grande silêncio no céu, pois a abertura deste selo marca a volta de Jesus para buscar a sua igreja que durará uma semana onde todas as famílias serão reunidas novamente e não haverá mais morte, nem luto, nem pranto nem dor, pois as primeiras coisas passarão e todos nós temos um Céu a alcançar e um inferno a evitar. Fonte do estudo, livro do Apocalipse, capítulo 7.


Transcrições Bíblicas – Almeida Corrigida e Revisada Fiel – Bíblia Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FILHOS DO AMOR OU DA PERDIÇÃO!

Vivemos momentos difíceis hoje em nosso País aonde a corrupção chegou há um ponto que muitas vezes nem acreditamos em mais nada e ninguém...