quarta-feira, 1 de junho de 2016

O AMOR DE DEUS POR NÓS

O Apóstolo Paulo escreveu em sua carta aos romanos o quanto Deus nos ama e nos quer bem. Muitas pessoas não entendem este ensinamento, pois si entendessem o sentido do texto bíblico abaixo não pensariam outra coisa quando estivessem passando por problemas em suas vidas.

Aquele que realmente se diz que é Cristão e estuda este ensinamento jamais irá duvidar de Deus quando estiver passando por algum problema. Muitos de nossos problemas são causados por nós mesmos e jamais Deus irá interferir, pois Ele respeita no nosso livre-arbítrio.

Adão teve dois filhos, Caim, que significa “aquisição” e o segundo Abel, que quer dizer “aflição” – Flávio Josefo, livro Historia dos Hebreus (2015). Abel era homem justo, pastor de ovelhas e Caim eram muito mau e Deus já sabia disto inclusive não interferiu na decisão de Caim que matou seu irmão. Deus respeitou a livre escolha de Caim. Assim sendo, Deus não interfere em nossas escolhas, e como Caim pagou o preço da sua ignorância, Deus também respeita as nossas escolhas, mas o preço a pagar é por nossa conta.

O conforto é que Deus deixou uma palavra de alívio para nós como a que Paulo escreveu em Romanos capítulo 8 sobre o amor de Deus por nós. Se todos nós estudarmos este capítulo e colocar em prática o que o Espírito Santo nos inspirar a entender dificilmente iremos passar por dificuldades nesta terra e dela comeremos o melhor, pois é assim que o Pai nos exorta a fazer, dedicar ao estudo diário da sua palavra que é como faca de dois gumes, mas que também nos conforta e nos dá prazer em vivenciá-la.

Quando andamos conforme a Palavra de Deus mesmo que exista quem queira nos acusar, pois o acusador está pelo mundo intentando contra os eleitos de Deus, não existe necessidade de alguém nos justificar, pois seremos justificados por Deus e temos um advogado para nos defender que é Jesus Cristo que hoje reina ao lado de Deus nosso Pai.


Romanos 8 - As provas e a certeza do amor de Deus.

Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes, quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.
Romanos – Capítulo 8 versos de  31 a 39



Transcrições Bíblicas – Almeida Corrigida e Revisada Fiel – Bíblia Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MOMENTOS DE ANGUSTIA

Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. E, lev...