sexta-feira, 19 de junho de 2015

A PURIFICAÇÃO DOS NOSSOS PECADOS

Estudando Paulo o apóstolo da graça, sua vida cartas e teologia, de F. F. Bruce, aprendo que Paulo retrata muito bem Cristo após sua conversão quando estava a caminho de Damasco, quando da sua conversão ao cristianismo. Paulo levou a fundo os estudos das cartas dos apóstolos e como ele já tinha conhecimento dos antigos relatos bíblicos, Paulo passou a ser um fiel escudeiro de Jesus em levar seus ensinamentos a todos àqueles carentes e aflitos da sua época e da nossa também, necessitados de conhecimentos e aprendizados do reino de Deus aos quais não puderam e não tiveram a mesma oportunidade em conhecer como Ele conheceu Jesus.

Graças a Paulo hoje podemos conhecer e estudar a fundo as passagens de Jesus que lhes fora revelada, através do Próprio Cristo e também do Espirito Santo.

Paulo lembra quando escreveu aos Hebreus que Jesus Cristo purificou nossos pecados, e nos chama a atenção para que olhemos para o evangelho de João no capítulo 1, versos de 1 a 4, onde está implícita a participação de Jesus na criação do universo juntamente com Deus. Ele era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. A vida estava nele e a vida era a luz dos homens. E por tudo isto fez a purificação dos nossos pecados e assentou-se à destra da majestade nas alturas.

O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas; Hebreus – Capítulo 1 verso 3


Em 1 Pedro somo lembrados que fomos resgatados nem por ouro ou prata, mas pelo precioso sangue de Jesus, que si doou por nós para que nossos pecados fossem perdoados e realmente recebemos o selo da libertação da escravidão do pecado e da morte eterna. Mas ainda até hoje muitos não aceitaram isto e muitos ainda resistem em entender o real sentido deste sacrifício.

Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais,
Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado,  1 Pedro – Capítulo 1 verso 18 e 19

João o discípulo amado escreveu que somos purificados pelo sangue de Jesus, mas que isto somente acontece com aqueles que andam na luz, pois onde existem trevas não há luz e onde há trevas ainda não existe o perdão do pecado. No evangelho 1 João, o apóstolo relatou que somos certificados de que o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado e se ainda existe em nós rancor, amargura, falta de perdão, etc., é porque o pecado ainda mora no nosso coração.

No livro de Apocalipse de João fica evidente que aquele que nos ama, pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados e que sua morte na cruz não foi em vão, pois através dela o véu se rompeu e novamente tivemos acesso ao trono de Deus que havia se fechado com o pecado do homem.

Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. 1 João – Capítulo 1 verso 7

E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, Apocalipse - Capítulo 1 verso 5

Mas acima de tudo os evangelhos nos informam que Jesus disse que veio para dar sua vida em resgate por muitos e por sua humildade disse também que não veio para ser servido e sim para servir, servir de oferta a Deus como cordeiro pelos nossos pecados, pois o homem carecia de uma nova oportunidade para voltar para os braços do Pai e esta foi à vontade de Deus para a humanidade, dar seu Filho por nós para que nossos pecados fossem lavados pelo seu sangue derramado na cruz do calvário.

Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos. Marcos – Capítulo 10 verso 45


E assim Isaias escreveu que o perdão dos nossos pecados viria através da vinda do messias e que Ele sofreria todo tipo de humilhação em nosso lugar e tudo isto foi escrito lá no velho testamento o que foi testificado e se fez com a vinda de Jesus que morreu por nós e abriu as portas do céu para aqueles que desejam receber a salvação.

Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão.
Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniquidades deles levará sobre si.
Isaías -  53 versos 10 e 11


Transcrições Bíblicas – Almeida Corrigida e Revisada Fiel – Bíblia Online


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MOMENTOS DE ANGUSTIA E AFASTAMENTO DE DEUS

E, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram; E eis que no mar se levantou uma tempestade, tão grande que o barco era coberto pe...