segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O QUE FAZER DIANTE DAS ADVERSIDADES?

Uma palavra inspirada pelo Espirito Santo, as 3:00 horas da manhã, que chamou-me e disse escreve:

Parar e começar a questionar Deus do por que do meu sofrimento?

Ou enfrentar e ir à luta, seguir enfrente vencer os obstáculos mesmo que isto irá custar minha própria existência?

Às vezes diante dos obstáculos ficamos estáticos, paralisados esperando Deus construir uma ponte para que possamos transpor. Temos o costume de dizer vou aguardar, pois Deus está trabalhando a meu favor, muitas vezes Ele está sim, mas outras vezes Ele quer que mexamos ou nos coloquemos de pé e andemos.

Diante deste espera perdemos nossa existência parados enquanto outros continuam sua marcha, avançando sempre; estamos num campo de batalha e se ficarmos entrincheirados a espera do inimigo poderemos ser surpreendidos por ele que se movimenta a todo instante no terreno em busca de sua presa.


Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; 1 Pedro – Capítulo  5 verso 8

É na luta que aprendemos a vencer nossos medos e receios e a seguir enfrente. É na adversidade que crescemos espiritualmente e ganhamos forças para enfrentar os fantasmas dos nossos medos e receios. Não há vitória sem luta, sem vitória não há vencedor e sem vencedor não existe pódio.

Jesus diante da adversidade suou sangue, mas foi à luta, orou a seu Pai pedindo forças para vencer e após passar por todo martírio, lutou bravamente por nós, venceu, carregou a nossa cruz, que são nossos pecados e ainda abriu as portas do céu para nós, mesmo sabendo que estava passando toda aquela adversidade em nosso lugar. E nós estamos preparados para passar por lutas no lugar de outra pessoa? Jesus passou no nosso lugar, não foi?

Diante da adversidade temos muitas vezes sim que parar, às vezes recuar, para respirar, tomar folego e seguir novamente enfrente. Lembre-se sempre que Deus jamais nos abandonou, Ele nos ama como um pai ama seu filho e estará sempre ao nosso lado nos dando forças para vencer. Sem lutas não há vitórias.

Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo. Mateus – Capítulo 24 verso 13

A jornada é árdua, mas não é impossível, muitas vezes temos vontade de desistir, mas devemos sempre lembrar que Jesus não desistiu de nós, como disse o Pastor André Valadão em uma pregação “com dois pedaços de madeira e três pregos, Ele construiu a maior ponte do mundo, entre Deus e nós”, mas foi com muito sofrimento, não devemos nos abater e deixar isto ser em vão, pois o preço da nossa vida foi muito alto e lembre-se sempre Jesus nos ama e jamais nos abandonou; devemos valorizar isto ao máximo, aproveitar cada instante da nossa vida, pois Seu amor por nós é muito grande e ele não quer que nenhum de nós nos percamos.

Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e vai após a perdida até que venha a achá-la? Lucas -  Capítulo 15 verso 4

Então amados, diante da adversidade, não reclame, tome sua cruz e segue-me, não olhe para trás, deixai os mortos sepultar seus mortos, pois Jesus o espera de braços abertos na linha de chegada.

Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me, e deixa os mortos sepultar os seus mortos. Mateus – Capítulo 8 verso 22
    


Transcrições Bíblicas – Almeida Corrigida e Revisada Fiel – Bíblia Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MOMENTOS DE ANGUSTIA

Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. E, lev...