quinta-feira, 28 de março de 2013

COMO DEVEMOS VIVER NESSES DIAS?


Há alguns dias venho escrevendo e estudando sobre o final dos tempos, uma coisa que tem me chamado muita a atenção, e já tenho um texto pronto para publicar, mas hoje quando via os jornais pela manhã fiquei boquiaberto em ver uma notícia que foi divulgada. Que no nordeste, hoje quinta feira santa e amanhã seriam apresentados mais shows sobre a morte de Jesus.

                        No mesmo momento o Espírito Santo me tocou e me disse, até quando eles acharão o martírio de Jesus como um show ou festa?
                        Na Palavra de Deus, foi dito que Ele viria e que Ele seria levado ao matadouro como um cordeiro sem mácula para o perdão dos nossos pecados e não para que todo ano comemorássemos esse martírio como uma festa ou um show e alegria.

Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?
Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.
Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. 
Isaías – Capítulo 53 versos de 1 a 5


                        Esse é momento de tristeza e de reflexão se realmente estamos fazendo por onde entender o real motivo de todo esse martírio. Se somos merecedores do perdão DELE e se na sua volta como Ele prometeu vamos estar com Ele no dia do juízo. O momento de alegria é quando um pecador se arrepende dos seus pecados e o aceita como único Senhor e Salvador de sua vida, entendendo o real motivo de todo o martírio de Jesus no calvário.

Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. 
Isaías – Capítulo 53 versos 6 e 7

                       
Ficamos pensando como foi difícil para Deus ter que deixar com que tudo isto acontecesse para que o povo de Israel pudesse ter uma nova oportunidade de ter a vida eterna, pois até aquele momento todos estávamos condenados ao inferno ou a morte eterna.

Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.
Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si. 
Isaías – Capítulo 53 versos 10 e11

  Hoje continuamos da mesma maneira de pensar e agir como aquele povo que julgou e condenou Jesus, só que de uma forma diferente e muitas vezes até mais cruéis, pois se Jesus voltasse como homem novamente passaria pelos mesmos martírios, mas nós Cristãos temos uma certeza que Ele voltará com seu corpo glorificado e nas nuvens e todo olho o verá, os mortos ressuscitarão e todos serão julgados, sendo uns para honra e outros para a desonra ou a morte no inferno, no lago de fogo.

Estamos pagando um preço muito alto pela desobediência a Deus, e Ele nos advertiu do que faria conosco pela desobediência e não foi uma só vez não, foram várias vezes como está no capítulo 26 do livro de Levítico, a partir do versículo 14.

E, se ainda com estas coisas não me ouvirdes, então eu prosseguirei a castigar-vos sete vezes mais, por causa dos vossos pecados. Levítico – Capítulo 26 verso 18

No final de tudo isto, Jesus deixa uma mensagem aqueles que têm fé nas coisas que estão por vir, guardam os mandamentos e aguardam ansiosamente a sua volta e não vivem esses momentos aos quais muitos acham que é para comemorar com shows e festas, mas a certeza de que Ele virá nos buscar, para reinarmos com Ele na nova Canaã.


Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.
A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. 
Apocalipse – Capítulo 3 versos de 11 a 13

Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Apocalipse – Capítulo 3 versos 20

Transcrições Bíblicas - Almeida Corrigida e Revisada Fiel - Bíblia Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FILHOS DO AMOR OU DA PERDIÇÃO!

Vivemos momentos difíceis hoje em nosso País aonde a corrupção chegou há um ponto que muitas vezes nem acreditamos em mais nada e ninguém...