segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

SACRIFÍCIOS NÃO QUERO, MAS UM CORAÇÃO ARREPENDIDO SIM!


Quando Deus instituiu a lei para o povo de Israel que ainda estava no deserto, após a saída do cativeiro no Egito, Ele determinou que quando o povo pecasse deveriam levar um cordeiro ou gado novo, sem mácula aos sacerdotes e estes fizessem um sacrifício no altar ao Senhor para perdão dos pecados. Arão irmão de Moisés e seus filhos que foram ungidos sacerdotes eram os encarregados de levar o animal até o altar e sacrificá-lo para que os pecados do povo fossem apagados. Isto aconteceu inclusive com Abraão quando Deus mandou que ele oferecesse seu filho Isaque em sacrifício, momento em que Deus testava a lealdade de Abraão, como está no capítulo 22 do livro Gênesis.

E, se qualquer pessoa do povo da terra pecar por ignorância, fazendo contra algum dos mandamentos do SENHOR, aquilo que não se deve fazer, e assim for culpada;
Ou se o pecado que cometeu lhe for notificado, então trará pela sua oferta uma cabra sem defeito, pelo seu pecado que cometeu,
E porá a sua mão sobre a cabeça da oferta da expiação do pecado, e a degolará no lugar do holocausto. 
Levítico – Capítulo 4 versos  27 a 29

O sacrifício tinha que ser como Deus determinou, ou nenhum efeito teria e isto mostra a perfeição de Deus para com as suas coisas, porque Ele sabia que se não mandasse assim o holocausto seria feito de qualquer maneira, pois Deus conhece o coração do homem, que é sua criação.

E se a sua oferta for de gado miúdo, de ovelhas ou de cabras, para holocausto, oferecerá macho sem defeito. Levítico Capítulo 1 verso 10

Com o passar do tempo as coisas foram mudando e encontramos lá no livro de Isaias uma das promessas de Deus, onde Ele iria substituir o cordeiro animal pelo homem para que nossos pecados fossem extirpados de uma vez por todas, pois até aquele momento nós não tínhamos como obter a vida eterna, os pecados perdoados eram os do momento, mas e o pecado da herança? Ele viria e através do martírio dele todos que fossem lavados pelo seu sangue que seria derramado seriam perdoados seus pecados e conseqüentemente seriam salvos para receber a vida eterna, da qual perdemos quando do pecado de Adão e Eva lá no paraíso. Ele seria manso como um cordeiro e não reclamaria, mas levaria sobre si todas as nossas transgressões e todo aquele que nele crê seria salvo.

Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.
Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido. 
Isaías – Capítulo 53 versos 6 a 8

João Batista após sair do deserto vinha batizando com água e pregando a vinda do cordeiro, aquele que iria tirar o pecado do mundo.

No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.
E eu não o conhecia; mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com água. 
João  - Capítulo 1 versos 29 a 31

Mas João Batista disse que ele não batizaria com água e sim com o Espírito Santo. E as promessas de Deus estavam se cumprindo, pois após o batismo de Jesus no rio Jordão Deus falou assim:

E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele.
E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo. 
Mateus – Capítulo 3 versos 16 e 17

Porque estou escrevendo isto? Primeiro foi porque Deus falou muito comigo esta semana que passou sobre sacrifícios e em alguns momentos Ele me falava que hoje temos a bondade de sermos perdoados definitivamente, pois no passado estávamos condenados a morte eterna e Ele, Deus, não sabia como fazer para nos garantir uma nova chance de entrar no céu e termos a vida eterna, pois temos a herança do pecado mortal através de Adão e Eva. Em segundo lugar foi que através das suas promessas Jesus se ofereceu por nós para que sejamos perdoados se tornando o Cordeiro de Deus, aquele que tira os pecados do mundo.

Uma coisa nós temos que entender que para recebermos essa promessa do perdão definitivo do pecado da herança, temos que cumprir o que está escrito em João, no capítulo 3 versos de 16 a 18 e que nós só iremos a Deus através DEle, pois Ele, Jesus é o único caminho.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. João – capítulo 3 versos de 16 a 18

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. 
João – capítulo 14 verso 6


Transcrições Bíblicas - Almeida Corrigida e Revisada Fiel - Bíblia Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FILHOS DO AMOR OU DA PERDIÇÃO!

Vivemos momentos difíceis hoje em nosso País aonde a corrupção chegou há um ponto que muitas vezes nem acreditamos em mais nada e ninguém...