sábado, 10 de março de 2012

JESUS E OS DOIS LADRÕES


Após Jesus ser entregue aos soldados romanos por Judas, durante a noite, ele foi levado a vários lugares onde foi julgado, sofreu humilhação, foi coroado com uma coroa de espinhos, ficou nu por diversas vezes, além de ter sido espancado, cuspido e passado por todo tipo de humilhação que um homem jamais passou, pois Ele não havia feito nada para passar por tudo aquilo apenas trazia uma mensagem de amor e paz o que incomodava os maiorais da época.

Mesmo passando por tudo isto Jesus se manteve fiel e agüentou até o fim todo aquele martírio apenas para que o pecado fosse retirado do mundo e da nossa vida, pois todos nós estávamos condenados a morte eterna pela herança do pecado mortal.

27 E logo os soldados do presidente, conduzindo Jesus à audiência, reuniram junto dele toda a coorte.
28 E, despindo-o, o cobriram com uma capa de escarlate;
29 E, tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça, e em sua mão direita uma cana; e, ajoelhando diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, Rei dos judeus.
30 E, cuspindo nele, tiraram-lhe a cana, e batiam-lhe com ela na cabeça.
31 E, depois de o haverem escarnecido, tiraram-lhe a capa, vestiram-lhe as suas vestes e o levaram para ser crucificado. 
Mateus Capitulo 27 versos de :27 a 31

Após tudo isto, ainda foi trocado por Barrabás, homem da pior estirpe que estava na prisão por crimes que havia cometido.

Depois da sua condenação, foi obrigado a carregar sua cruz até o Golgóta, onde foi crucificado entre dois ladrões, sendo pregado com pregos, foi negado pelo seu primeiro discípulo e abandonado pelos demais, apenas João se manteve firme ao seu lado.

Jesus mesmo sufocado pelo peso do seu corpo e perdendo seu sangue que vertiam das suas chagas ainda assim se manteve firme e ainda conseguiu dizer palavras para Maria sua mãe, para João o discípulo amado e as outras duas Marias, Madalena e a irmã de Lázaro que estavam aos pés da cruz. Mas o fato mais marcante naquele momento foi quando um dos ladrões conseguiu ver Jesus como Rei dos Reis, Senhor dos Senhores e disse a Jesus:

E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. Lucas  Cap. 23 verso 42

E naquele momento houve salvação para um ladrão e o outro? Preferiu o inferno, pois blasfemava contra Jesus e não tinha a percepção do primeiro. Esse momento é igual para todos nós, pois muitas vezes estamos andando por caminhos tão tortuosos, distantes do Reino de Jesus, esquecendo que Ele veio aqui foi para nos libertar e trazer a salvação para todos os que o tem como Senhor e Salvador da sua vida.

Muitas vezes estamos tão vazios que preferimos às coisas da terra as coisas espirituais, como aquele ladrão que mesmo vendo seu irmão ao lado se entregado a Deus pedindo salvação preferiu o inferno e não via Jesus como Deus. Quantos de nós muitas vezes não estamos vivendo no inferno, pois quando estamos ligados apenas as coisas da terra estamos longe do Reino de Deus e não enxergamos o seu Reino.

E Jesus como Reis dos Reis e Senhor dos Senhores prometeu ao ladrão convertido e arrependido que ele estaria no paraíso. Essa promessa foi deixada para nós também, pois todo aquele que o aceitar como Senhor e Salvador da sua vida abandonando o pecado adorando-O em Espírito e verdade jamais se perderá. Mas isto tem que acontecer sem pressão, sem medo, basta apenas crer, pois todo aquele que nEle crer jamais se perderá. Não devemos nos curvar a ninguém e nem adorar imagens de escultura, mas apenas a Jesus, pois Ele é o único caminho que nos leva até Deus, não existe ninguém mais como intercessor.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João  Cap. 3 verso 16
Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João Cap. 14 verso 6

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FILHOS DO AMOR OU DA PERDIÇÃO!

Vivemos momentos difíceis hoje em nosso País aonde a corrupção chegou há um ponto que muitas vezes nem acreditamos em mais nada e ninguém...