sábado, 6 de fevereiro de 2010

LIVRE ARBÍTRIO


Às vezes tem dia que ao levantar da cama cinto uma vontade grande de deixar este planeta em que vivemos e partir para a eternidade. Busco nas orações falar com o meu Criador, mas acho que Ele se calou comigo e não consigo ouvir sua voz.

                        O céu parece que é de bronze e tudo ao redor não faz sentido algum. Existe uma vontade tão grande de peregrinar, mas alguma coisa me diz que devo ficar quieto e aguardar a voz de Deus.

                        Sei que existe para cada um de nós uma coisa que se chama livre arbítrio e que podemos usá-lo a hora que quisermos, mas o instinto de preservação humana diz que tenho que pensar muito antes de usá-lo para não me arrepender mais tarde.

                        Adão e Eva usaram o seu livre arbítrio e depois tiveram que pagar um preço alto pela desobediência. Muitos homens na terra já fizeram isto também e pagaram caro e nós pagamos pela desobediência de adão e eva.

                        A passagem bíblica a seguir mostra muito bem o porquê de todo nossa penúria aqui na terra, pois é através das nossas escolhas que definimos o nosso amanhã.
“Buscai o bem, e não o mal, para que vivais; e assim o SENHOR, o Deus dos Exércitos, estará convosco, como dizeis”. Amós Cap 5 V14

                        Penso que quando Deus nos deu este livre arbítrio Se arrependeu, pois através dele a humanidade tem sofrido muito por tudo o que faz, como crianças que fazem coisas erradas e depois tem que pagar pelo que fizeram. Veja o povo de Deus quando foi retirado da Escravidão no Egito, por terem usado mal seu livre arbítrio pagou um preço alto em vagar 40 anos pelo deserto, pois suas escolhas nem sempre eram as que deveriam, desobedeciam a Deus, adoravam outros deuses e outrora murmuravam bastante.  Por várias vezes Deus teve vontade de destruir todo aquele povo, mas Moisés sempre se interpunha a favor do povo e pedia a Deus que desse mais uma oportunidade.
“Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus”. 3 João Cap 1. V11

                        Hoje o nosso intercessor junto a Deus é Jesus, como está em João capítulo 14 versos 13 e 14. Ele deixou bem claro que estaria sempre ao nosso dispor para qualquer coisa que quiséssemos. Mas aqui na terra somos como aquele povo que andou pelo deserto durante quarenta anos, quando tudo vai bem partimos para outros caminhos, adorando outros deuses e fazendo muitas coisas erradas. Mas quando tudo vai de mal a pior voltamos de cabeça baixa pedindo ajuda, murmurando o porquê passo por tudo aquilo e querendo que Deus resolva logo as coisas para mim. O Pai chama isto de ingratidão.

“E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei”. João Cap 14 V. 13-14


                        Pelo que está escrito na Palavra de Deus, muitos não irão entrar em Canaã porque duvidaram de Deus no que Ele pode fazer, assim como ocorreu com Moisés, que apenas viu a terra prometida, mas não entrou nela, por ter duvidado que da rocha saísse água. Mas Moisés foi um homem que andou nos caminhos de Deus e hoje está com Jesus a nos ajudar na nossa caminhada pelo deserto. 

                        Continuarei a esperar com que Deus possa falar comigo novamente, sei o quanto é difícil ficar sem escutar a voz DEle, mas tenho certeza que Ele não nos abandona jamais e fica calado para que possamos refletir um pouco mais sobre nossos atos, nossa conduta e nossa fidelidade com Ele. Como quando uma criança erra e damos a ela um castigo de reflexão, o Pai também faz isto conosco para que possamos refletir um pouco mais sobre nossa fidelidade com Ele.

                        Eu não gostaria de ter esse tal de livre arbítrio, pois assim não me afastaria jamais do Criador, mas sei também que se não o tivesse não cresceria e seria sempre uma criança espiritual. Já é hora de crescer e caminhar na direção de Deus, pois Ele nos espera de braços abertos para dizer que bom que você venceu o mundo, assim como meu filho amado Jesus venceu.

Quanto ao livre arbítrio, penso que a liberdade alcança sua plenitude quando ordenada para Deus, quando não, pode ocorrer falhas e erros. Se existem falhas e erros ainda é porque o pecado está latente no ser humano e com isto encontra-se bem longe da sua presença. A partir do momento em que o homem deixa o pecado de lado ele avança em direção ao Pai, com isto as bênçãos prometidas por Ele começam a aparecer na nossa vida. 

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Pai, sinceramente não concordo com você!
    Deus não se arrependeu de nos dar o livre arbítrio, pois a partir dele é que Deus nos prova com relação a seu Amor e nossa obediência a Ele.
    Acho que vontade de ir para Glória muitos têm, mas lembre-se que essa Terra é um grande útero, onde estamos sendo preparados para algo muito maior.
    Tenho aprendido tanto a ter paciência e descansar no Senhor! E descansar é entregar tudo a Ele, pois só Ele pode resolver tudo em nossa vida.
    Se Deus foi tão bom para Israel, mesmo sendo um povo tão murmurador e que sempre virava as costas para o Criador, imagina com a gente.
    Eu sei, e digo com certeza, que Ele tem te escutado sim, o que nos resta as vezes é calar. Por muitas vezes falamos muito, e não queremos ou esquecemos de escutar. Cala o teu coração por um instante, e assim Deus começará a agir.
    Tenho visto a mão do senhor em minha vida, e quando esqueço de mim, Ele começa agir!
    O Pai sabe das tuas aflições, e o que te resta a fazer é declarar a tua vitória, dizendo que vai tudo bem!

    Somos eternos peregrinos nessa Terra, em busca da nossa Jerusalém Celestial, e que durante a nossa caminhada, encontramos pessoas como o Desânimo, o Falador, entraremos no vale da sombra da morte, até então, estar diante do Trono do Grande Rei.

    Descansa!

    Que Jesus seja o teu Grande Amor, e que o Espírito Santo seja a lâmpada para guiar os seus passos ao nosso Querido Papai!

    Sua Filha

    Fabrícia

    ResponderExcluir
  3. Olá, Cristiano!

    Realmente, temos diante de nós o bem e o mal, a bênção e a maldição. E convém escolher a Deus e a Sua vontade. Deuteronônio 28.1

    Faço agora uma reflexão bíblica sobre uma parábola para compartilhar com você e seus leitores e juntos possamos ser edificados.

    Vejamos o desempenho do pastor na parábola Cem Ovelhas. O pastor perde uma delas. O que faz? Esquece-a? Não. Ele deixa as 99 num lugar seguro e sai desolado pelo caminho de volta para encontrar a ovelha perdida. Acha-a, coloca-a nos braços e volta para sua casa contente. Reagrupa-a entre as outras ovelhas. Comemora o reencontro com os amigos. Vemos dedicação total! Amor imenso por parte daquele pastor! (Lucas 15.4-7).

    Esta atitude de amor e incansável busca é a atitude do coração cristão, que faz escolhas certas!

    Abraço.

    E.A.G.
    http://belverede.blogspot.com/

    ResponderExcluir

MOMENTOS DE ANGUSTIA

Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. E, lev...